Dom José Roberto Fortes Palau tomou posse como 6º bispo diocesano de Limeira

Na tarde deste sábado (18/01), a catedral Nossa Senhora das Dores, em Limeira esteve lotada por ocasião da Celebração Eucarística de Posse Canônica de Dom José Roberto Fortes Palau como 6º bispo diocesano de Limeira.

Antes do início da celebração, dom José Roberto fez um breve pronunciamento à imprensa.

Em sua fala, Dom José Roberto disse que irá conhecer toda a diocese de Limeira no decorrer de 2020, trabalhando em comunhão com o clero e com os leigos e devendo observar e escutar a todos,”mais do que falar”, destacou.

Dom José Roberto também ressaltou que aplicará durante seu episcopado toda a determinação do papa Francisco para a proteção de menores e de pessoas vulneráveis e que fará o que estiver ao alcance dele para que a diocese de Limeira prime pelo respeito a todas as pessoas e a todos os fiéis.

Ao final do pronunciamento, dom José Roberto falou sobre o foco pastoral da diocese de Limeira nos próximos anos, onde, em comunhão com Igreja em todo Brasil, será trabalhado na diocese as “Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil”, documento resultado da assembleia Geral da CNBB de 2018.

Momento de oração

Pouco antes do início da Celebração Eucarística, dom José Roberto foi acolhido pelo Colégio de Consultores na porta da catedral e beijou o Crucifixo. Em seguida, dom José Roberto aspergiu água benta no povo e logo após, acompanhado de bispos e do Colégio de Consultores, dirigiu-se até a capela eucarística para um momento de oração pessoal.

Celebração Eucarística

A Celebração Eucarística de posse contou com a presença de vários bispos, padres e diáconos do estado de São Paulo, além do clero diocesano de Limeira, seminaristas, familiares e amigos de dom José Roberto, que fizeram questão de acompanhar essa celebração pessoalmente.

Dom José Roberto entrou na catedral Nossa Senhora das Dores acompanhado dos bispos e do colégio de consultores. Entre os que acompanhavam dom José Roberto estava o arcebispo de São Paulo – cardeal Odilo Pedro Schere o arcebispo de Aparecida – Dom Orlando Brandes (administrador apostólico da diocese de Limeira) e o arcebispo de Campinas – dom João Inácio Müller.

Após a procissão de entrada, nos Ritos Inicias, o chanceler da Cúria, pe. Deivison Rodrigo do Amaral, proferiu a leitura do Decreto de Posse.

Logo após, dom José Roberto recebeu o báculo das mãos do arcebispo de Campinas, dom João Inácio, e foi conduzido pelo arcebispo até a cátedra, símbolo do magistério episcopal e da autoridade eclesiástica.

Em seguida, dom José Roberto foi acolhido pelo Vigário-geral da diocese de Limeira – padre Júlio Barbado, pelo prefeito da cidade de Limeira – Mario Botion (representando todas as autoridades civis presentes) e por um leigo da catedral Nossa Senhora das Dores (representado todos os leigos da diocese).

Padre Júlio Barbado, em sua fala, destacou a alegria do momento para a diocese de Limeira. Lembrou da estrutura da diocese, agradeceu a presença e os encaminhamentos de dom Orlando Brandes, que foi o administrador apostólico desde de maio de 2019, e ressaltou a importância do empenho de todos nos trabalhos pastorais que serão conduzidos por dom José Roberto.

O prefeito Mário Botion desejou a dom José Roberto uma caminhada abençoada e de sucesso como bispo diocesano de Limeira e presenteou o novo bispo com dois livros que contam e retratam a história da cidade de Limeira.

O leigo Antônio Carlos Beccari, da catedral Nossa Senhora das Dores, acolheu dom José Roberto destacando a alegria do momento para todos os leigos da diocese, desejando um fecundo ministério episcopal e manifestando obediência ao bispo diocesano.

Após as mensagens de acolhida, a missa de posse seguiu presidida por dom José Roberto.

Em sua homilia, o novo bispo frisou que está consciente das responsabilidades que cabem a ele a partir da tomada de posse como bispo da diocese de Limeira e, também, está ciente do difícil momento que passa a diocese de Limeira, mas que, com a colaboração dos leigos e do clero, unidos como Igreja de jesus Cristo, retornará e dará continuidade a bela história da diocese ao longo de quase 44 anos.

Dom José Roberto também destacou que “as adversidades serão superadas com fé, serenidade, paciência, prudência, perseverança e transparência”. Disse ter a certeza de que será muito feliz na diocese de Limeira, pois “confia na graça de Deus” e ressaltou que será o bispo de todos e que espera atender a todos com a mesma solicitude e atenção, próximo de todos. “Inspiro-me na teologia da proximidade, desenvolvida pelo papa Francisco em uma das suas homilias na casa Santa Marta. Segundo Francisco, os bispos devem ser capazes de sentir o palpitar de suas comunidades, de seus padres e leigos. E para isso, é preciso estar próximo do povo, junto ao povo”, disse.

Ainda ressaltou que “quanto mais próximo de Deus, o bispo é mais próximo e servidor do povo” e destacou a improntaria da unidade da Igreja para que não haja danos.

Dom José finalizou sua homilia citando um conselho do papa Francisco aos consagrados. “Levar uma vida simples é testemunhar que Jesus nos basta. Não precisamos de outras coisas para preencher nosso coração. Não precisamos de bens, de honra, de poder e de ostentação. O Cristo preenche o nosso coração”, disse.

Antes do fim da celebração dom José Roberto voltou-se para a imagem de Nossa Senhora das Dores, fez uma oração e ofereceu flores à padroeira da diocese de Limeira, confiando todo o seu ministério, juntamente com o presbitério e a diocese de Limeira, à Nossa Senhora.

A celebração foi finalizada com a benção episcopal de Dom José Roberto Fortes Palau.


 

Marco Antônio Erbeta
Assessoria de Imprensa
Diocese de Limeira

 

 

Fonte: Site da Diocese de Limeira

       
DADOS DE CONTATO
cdft@diocesedelimeira.org.br
 
HOME
 
DIOCESE
Centro Diocesano de Limeira (CDL)
 
CDFT
Curso
Cursos de Aperfeiçoamento
Eventos
Links
 
CONTATO